quarta-feira, 22 de abril de 2009

*Voices

*Começou em: 1999
*Terminou em: 2003
*Membros: Alexandre Paulino (vocals)Claudio Junior (vocals)Debora Dellani (vocals)Nilo Netto (vocals)Celso Ogasawara (guitar)Edgard Navarro (guitar)Marcelo Bacellar (guitar)Victor Gollnick (guitar)Braulio Delai (bass)Athaide Junior (drums)
*Discografia:
- VOICES - DEMOTAPE - ONE VOICE RECORDS - 2000


Quando Highscore tocou em Curitiba

Show no DCE, ao fundo alguns célebres personagens da cena curitibana



Resenha por Nilo Akrass


"Voices foi uma banda Curitibana de hardcore que à época chamávamos de new-school. Nossas influências passavam pelo hardcore novaiorquino, bandas da nova escola e bandas de metal. Exemplificando, inicialmente, tínhamos imediatamente como influência coisas do tipo Strife, Earth Crisis, The Path of Resitance e Point of no Return. Daí a sonoridade pesada e os três vocais para levar a gritaria. Apesar das bandas de influência basica levarem o straightedge como mote, nunca tivemos essa inclinação. Escrevíamos sobre temáticas politizadas e até mesmo pessoais. As formações foram diversas, mas nessa composição de três vocais, guitarra, baixo e bateria saiu uma primeira demo-tape. Essa demo foi gravada no audio-beltrão, na época em que o antigo presídio do Ahú estava em rebelião, o que deu um clima interessante, visto que o estúdio ficava bem perto e entre um take e outro, passávamos perto do presídio sentir o clima. Exceto pelo Alexandre, que havia gravado anteriormente com o STN - banda na linha rapcore ao estilo Downset e Biohazard - para maioria era a primeira experiência em estúdio, também com bandas, também com vocais e tantos vocais. Essa demo foi lançada por um selo de Goiânia, One Voice, sob responsabilidade do velho hardcoriano Rodolfo, da lendária banda Cash For Chaos, conheça o trampo dele, que AINDA está muito na ativa: myspace.com/onevoicerecords. Essa demo saiu com capinha impressa e alguns cartazes e daqui fizemos contatos com o Brasil inteiro e partes do mundo. Alguns perduram até hoje. Recentemente a Chris subiu a fita toda pro blog de demos, com capinha e tudo. E existe um myspace da banda, myspace.com/voicesisdead, com algumas fotos e cartazes de shows. Também estão lá algumas letras de músicas que foram gravadas - apenas os instrumentais no Passagem de Som, mas sem vozes - mas nunca lançadas, assim como algmas resenhas de shows da banda, feitas pelo lendário Aurélio. Um pouco adiante, também tentamos investir numa veia sonora perto dos Walls Of Jericho, inserindo um vocal feminino e tudo mais, mas não foi adiante. Quanto aos shows, fizemos alguns bem legais no DCE, auto-organizados, no Noventa e Dois Graus, com bandas como Entrefuego (Chile), Highscore (Alemanha) e o fatídico show em que o Voices foi enterrado e ao mesmo tempo originou-se o Ayat Akrass, com os alemães do Maroon."

Escute aqui:

http://demospradownload.blogspot.com/

http://www.myspace.com/voicesisdead

4 comentários:

lubixedge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
beto disse...

acho q cheguei a ver apenas dois shows do voices, justamente com o highscore (puta banda q eu adoro até hj) e o maroon.

e acho q sou eu ali na foto, do lado do yuri, hehehe

sugestão: colocar links pras fotos em tamanho grande.

abraços

nile disse...

betera, se tu viu 2 e está na foto (é você mesmo) você viu 3 shows, hahah. vai no myspace do voices e confere lá que tem essas fotos maiorinhas!

pra geral, vale a pena ler as resenhas de shows que estào no blog do myspace, tem resenha do nosso SEGUNDO show, que foi no DCE, organizado por nós mesmos.

curisidade que quase ninguem sabe: o primeiro show do voices foi num festival de bandas do colégio DECISIVO do Cristo Rei, era tipo um concurso, tocamos 3 músicas e foi o suficiente pra haver sangue no moshpit. haha. ficamos em segundo lugar, perdendo apenas pra uma banda de pagode... foi bem interessante, equipa de primeira e tudo mais. bons tempos....

Gentefeianatv disse...

Essa sequencia de shows no dce foi coisa loca. Todo fim de semana eu rezava pedindo pro elevador estar concertado. So que como não existe Deus, era quatro andares pra cima e quatro abaixo, pqp.